A eficiência da fotobiomodulação no tratamento da dor

O avanço da tecnologia acompanha a medicina e novas formas de tratamento para diversas dores surgem constantemente. Com o objetivo de oferecer procedimentos alternativos e menos invasivos, a fotobiomodulação surge como opção de terapia com a finalidade de diminuir ou eliminar a dor, entre outros problemas. Dessa forma, evita-se cirurgias e procedimentos que causem sofrimento.

Também conhecida como fototerapia, esse procedimento consiste no uso de luzes específicas para tratar diversos problemas. Por essa razão, áreas como Fisioterapia, Dermatologia e Odontologia utilizam o tratamento para evitar a fadiga muscular, dores, manchas, aceleração no processo de cicatrização, diminuição de inflamação, entre outros.

Os procedimentos fotobiomodulação mais comuns são realizados por LED ou LASER, os quais não queimam a pele por conta da sua baixa potência direto no local, a fim de acelerar os processos celulares que levam ao alívio da dor e diminuição da inflamação.

Saiba mais sobre a fotobiomodulação no tratamento da dor a seguir. Confira!

Conheça a fotobiomodulação

No livro A Arte da Guerra de Sun Tzu surgiram os primeiros relatos sobre banhos de sol com efeito curativo. Após essa época, esse assunto desapareceu e voltou no século 19, quando iniciaram os estudos e pesquisas sobre a fototerapia.

A fotobiomodulação é uma tecnologia a laser ou LED que tem a finalidade de potencializar a atividade celular por meio da luz vermelha ou infravermelha. O paciente fica exposto à luz do equipamento protegido com óculos especiais. Esse procedimento tem se mostrado um tratamento inovador e não-invasivo no processo de cicatrização de lesões e diversos outros problemas.

Essa terapia interage por meio da luz com os tecidos do corpo e estimula os processos que aumentam o metabolismo celular. Sendo assim, a fotobiomodulação pode acelerar ou inibir os processos biológicos. Com isso, o procedimento visa aliviar sintomas e incômodos, ajuda no tratamento de patologias, melhoras estéticas, dores, entre outros, de forma que devolva a qualidade de vida ao paciente.

Entenda como é utilizado a fotobiomodulação no alívio da dor

A fotobiomodulação tem uma ação analgésica no corpo a qual melhora processos inflamatórios, condução nervosa de neurônios periféricos (os quais são responsáveis pela produção dos movimentos dos músculos), liberação de opioides endógenos (os quais são importantes na regulação normal da sensação da dor), etc.

Esse procedimento gera mudanças no metabolismo no local da aplicação e nas áreas próximas. Isso porque, por meio da luz administrada na região, a fotobiomodulação libera substâncias na circulação sanguínea que provocam a dilatação dos vasos, o que aumenta o fluxo de sangue. Dessa maneira, essa parte do corpo tem mais oxigenação e nutrição, acelerando a cicatrização ou melhorando a sensação de dor.

A fotobiomodulação age em dores no tecido e em qualquer região do corpo onde for administrada a luz. Além disso, o procedimento tem incríveis resultados em dores agudas e até crônicas.

Saiba o papel da Fotobiomodulação na dor lombar, cervical e joelho

O procedimento serve como uma solução menos invasiva no tratamento de diversos tipos de dores. A fototerapia apresenta uma série de vantagens comparada a outros tipos de tratamento e medicamentos convencionais. Sobretudo, ainda não apresentou efeitos colaterais ou condições adversas.

Esse tratamento é indicado para lesões musculares e nos ossos, além de neurais periféricas (as quais são responsáveis pelo movimento dos músculos). Os locais mais comuns para a terapia a laser são a região cervical, os joelhos e a lombar. Além de ombros, cotovelos, pés, punhos, mãos e tornozelos.

A fotobiomodulação responde bem na terapia de doenças, como derrame articular, lesões ligamentares, tendinites, lesões musculares, artrites degenerativas e traumáticas agudas.

Os procedimentos a laser de baixa intensidade são destacados principalmente pela diminuição da duração da recuperação e alívio de sintomas importantes. Isso inclui melhora na dor, recuperação de movimentos e cicatrização das lesões. Dependendo da avaliação, o especialista aconselha uma certa frequência no tratamento até a resolução do problema.

Sendo assim, o número de sessões depende da recomendação e da gravidade da lesão e/ou dor, o que pode ser associada a outros tratamentos para acelerar ou melhorar o procedimento e reforçar os benefícios.

Veja o melhor laser para fisioterapia

O laser se difere de outros tipos de luzes, considerado o ideal para a fotobiomodulação, por ter características como monocromáticidade, colimação e coerência. O LED não apresenta esses dois últimos aspectos, porque não tem cavidade óptica, a serve para reter uma fração de radiação emitida pelo equipamento. Sendo assim, podemos definir que:

  • A monocromaticidade é composta por uma cor que varia conforme o comprimento da onda;
  • A coerência é a uniformização do movimento das ondas;
  • A colimação é o processo de tornar paralelas e precisas os feixes de luminosidades.

Descubra os benefícios da fotobiomodulação

A fotobiomodulação é um tratamento menos invasivo. Ele pode minimizar o uso de remédios e ajudar na recuperação pós cirurgias. Em especial, sua ação é menos dolorosa e sem efeitos colaterais, já que o objetivo do procedimento é estimular a cicatrização da forma mais natural possível. Dessa maneira, o paciente volta ao seu cotidiano de forma mais rápida.

Além do tratamento de dores, a fotobiomodulação tem diversos outros benefícios, como estímulo de crescimento capilar, fortalecimento do cabelo, tratamento de queda dos fios e alopecia, ajuda na oleosidade e ação anti-inflamatória.

Portanto, a fotobiomodulação é um procedimento indicado para homens e mulheres de qualquer idade. No entanto, é fundamental uma avaliação médica para seguir a melhor recomendação sobre o número de sessões e duração ideal de cada uma delas para o seu perfil. Sendo assim, você terá a segurança de um método seguro e com resultado eficaz.

O Grupo Zero Dor é uma clínica em São Paulo especializada no tratamento e transformação da vida das pessoas por meio do alívio da dor. Você encontrará os melhores médicos especialistas em diversas áreas para realizar um trabalho em conjunto na prevenção e melhora da sensação incômoda. Nosso método é assertivo, porque cuidamos de cada detalhe. Oferecemos todo o nosso conhecimento e acolhimento característico de nossa equipe.

Este artigo foi útil para você? Então, conheça mais sobre os nossos tratamentos e entre em contato em caso de dúvidas!

Rolar para cima