Conheça tratamentos eficientes de verdade para dor na coluna lombar | Grupo Zero Dor

Quais os principais tratamentos para dor na coluna lombar?

A lombalgia é uma dor que se diferencia das outras dores nas costas devido à sua localização específica, se concentrando na região bem próxima à bacia. A dor lombar pode ser aguda ou crônica e não tem uma origem única. Veja agora quais são os tratamentos mais indicados para a lombalgia e suas possíveis causas.

O que é a lombalgia?

A lombalgia é a dor que atinge a parte inferior das costas, já no final da coluna vertebral. Apesar de ser, costumeiramente, tratada como uma doença, a verdade é que a lombalgia é um conjunto de sintomas que podem ser originários de vários tipos diferentes de doenças. É, portanto, a manifestação de algum problema de saúde do indivíduo.

Outro engano comum é associar a lombalgia a um sintoma que ocorre apenas em pessoas idosas. Na verdade, muitos jovens e adultos vêm sofrendo com os incômodos da dor nas costas, uma vez que a rotina desse grupo tem sido muito voltada para o excesso de trabalho ou longas horas de estudo.

Dor aguda e crônica

A dor lombar pode ser aguda, quando surge subitamente e dura alguns dias ou semanas. Não exige tratamento e a dor pode ser aliviada com compressas, repouso e um analgésico.

Já as dores crônicas são mais persistentes, podendo acompanhar a vida inteira do indivíduo, além de provocar consequências mais danosas como redução da mobilidade, travamento da coluna e o incômodo constante da dor.

A dor lombar crônica exige tratamento o quanto antes para que o indivíduo consiga ter uma vida com mais qualidade e possa executar todas as suas atividades diárias.

Causas da lombalgia

Existem alguns fatores que são preponderantes quando buscamos as causas da lombalgia. Dentre eles, podemos destacar:

Má postura

Essa ainda é a principal causa da lombalgia e que pode atingir qualquer pessoa, de qualquer idade. Quando sentamos com a coluna não ereta, pegamos peso em excesso ou dormimos em uma posição incômoda, estamos elevando os riscos da lombalgia.

Idade

Sim, à medida que envelhecemos é natural que passemos a sofrer mais com dores na lombar. Muitos indivíduos relatam dores a partir dos 30 anos de idade. Isso acontece por causa do desgaste natural dos ossos, tecidos e ligamentos, além do enfraquecimento das articulações.

Contudo, é um dado preocupante se levarmos em consideração que muitas dessas pessoas sofrerão com dores crônicas ainda por muito tempo, se não buscarem tratamento adequado.

Distensão muscular

Geralmente, a distensão muscular ocorre durante a prática inadequada de atividade física, quando o indivíduo força demais o músculo, realiza algum movimento de forma abrupta ou pega muito peso sem o devido preparo. Nesses casos, a dor é quase instantânea.

Acidentes

Acidentes domésticos como quedas, por exemplo, provocam traumas na região lombar, danificando ligamentos e músculos, e gerando a dor local.

Doenças variadas

Como já foi dito, a lombalgia também pode ser o sintoma de várias doenças. Dentre elas, podemos destacar:

Hérnia de disco: é o deslocamento do disco cervical causando compressão nos nervos e, consequentemente, dor na região das costas, quadris e pernas.

Osteofitose: mais popularmente conhecido como bico de papagaio, é quando acontece o desgaste das articulações resultando em formações ósseas.

Radiculopatia: quando um nervo localizado na região da coluna sofre algum tipo de lesão, ocasionando a dor e outros sintomas como formigamento, sensação de choque e fraqueza.

Dor ciática: quando o nervo ciático é comprimido, a dor irradia para diferentes partes do corpo, incluindo a região lombar.

Como tratar a lombalgia

Sabemos que a grande maioria das pessoas que sentem a dor lombar convivem com o incômodo há muito tempo, sinalizando uma dor crônica. Muitas, inclusive, acreditam que é normal sentir dor. Esse é um equívoco que precisa ser mudado o quanto antes.

Existe sim tratamento para os diversos tipos de dores que você sente. E o foco do tratamento não é apenas amenizar o problema, mas garantir que você viva sem dor, que tenha uma vida com mais qualidade e com o conforto que merece.

O sucesso do tratamento da lombalgia depende, obviamente, do diagnóstico correto e precoce da origem desse sintoma. De qualquer forma, é possível aliviar a dor lombar com as orientações a seguir:

Repouso

Descansar é importante, porém, não é recomendado ficar deitado o dia inteiro. É preciso equilibrar momentos de descanso com a realização de alguma atividade leve, além de alternar posições de descanso, ficando sentado de vez em quando. Para aliviar o desconforto, use um travesseiro sob as pernas.

Atividade física

Exercícios leves estão na lista dos tratamentos para a lombalgia, desde que não gerem dor ao paciente. Uma caminhada tranquila no começo da manhã ou no final da tarde fortalece as articulações e relaxa os músculos. Se preferir, um alongamento diário também é uma boa aposta.

Alimentação saudável

O cardápio deve ser equilibrado, com preferência para alimentos naturais. Inclua na sua dieta alimentos anti-inflamatórios como alho, cebola, açafrão, gengibre, folhas verdes, frutas vermelhas, sementes e peixes.

Uso de compressas

As compressas frias são excelentes maneiras de aliviar as dores na região lombar e devem ser aplicadas nas primeiras horas após o incômodo surgir. O frio anestesia o local, contrai os vasos sanguíneos e reduz o inchaço.

Massagem

Uma massagem simples na região afetada minimiza a tensão muscular e alivia as dores. A massagem pode ser realizada durante o pico da dor e também para evitar que ela se instale.

Fisioterapia

Como dissemos, mexer o corpo é essencial para a redução das dores e a fisioterapia cumpre bem esse papel. Contudo, é preciso ter o apoio e a orientação de um profissional da área para evitar exercícios pesados ou que piorem a situação.

Medicamentos orais

Analgésicos são os mais indicados para aliviar a dor lombar. No entanto, não é recomendada a automedicação. Caso a sua dor seja crônica, evite ingerir remédios sem orientação médica. Em vez disso, procure um tratamento para eliminar o seu problema de vez.

Tratamento para bloqueio da dor

O tratamento para bloqueio da dor é um método moderno e não cirúrgico com foco no alívio direto da dor. O procedimento é pouco invasivo e consiste na introdução de uma agulha na região próxima ao nervo afetado com injeção de um medicamento que vai diminuir a inflamação e, consequentemente, a dor que o paciente está sentindo.

Caso a origem da sua lombalgia seja alguma doença mais séria como a hérnia de disco, a dor ciática, a osteofitose, a radiculopatia e outras, é fundamental seguir o tratamento recomendado pelo seu médico que pode incluir medidas específicas de acordo com o problema.

A dor lombar, ou lombalgia, é um sinal de algo na sua saúde não vai bem. A dor pode indicar problemas de postura, traumas provocados por acidentes, desgaste natural proveniente da idade e incidência de outras doenças mais graves. Em todo caso, é preciso buscar orientação médica não só para aliviar o incômodo da dor, mas principalmente para eliminar esse mal-estar da sua vida. Existe sim tratamento para as dores crônicas e você não precisa conviver com elas.

Você possui dores agudas ou crônicas na coluna? Marque uma consulta com profissionais do Grupo Zero Dor, ligue agora: Cel/Whatsapp: (11) 96179-1730.

Rolar para cima